Isso é o que tu dizes

Cavaco: Quem não votar perde legitimidade para criticar próximo Governo
Público Online


É um direito inalienável de todos os cidadãos criticarem ou defenderem o governo da nação.
É um direito totalmente independente, que decorre da própria cidadania e que não é limitado pelas escolhas do cidadão.

Quem apoia um dos candidatos, e por acréscimo o nosso modelo político, DEVE VOTAR.

Quem aprova o modelo de democracia em vigor, mas rejeita todos os candidatos, DEVE VOTAR EM BRANCO.

Quem reprova o modelo de democracia representativa indirecta que é adoptado em Portugal NÃO DEVE VOTAR.


A abstenção é uma escolha legítima!

1 comentários:

  José Freitas

9 de junho de 2012 às 11:49

É interessante o seu blog.
O LAZER É ÓPTIMO, O PIOR É QUANDO FALTA O SUBSÍDIO DE FÉRIAS.
Um programa recente da SIC Notícias disse mentiras sobre o caso «Equador», que tem frases inteiras copiadas de «Cette nuit la liberté».
MST é um «moralista» anti-Esquerda.
A Censura anda muito activa nos comentários dos blogs. Espero que deixe passar este comentário.
Em www.anticolonial21.blogspot.com está a verdade inconveniente sobre a cópia de partes de «Cette nuit la liberté» por Miguel Sousa Tavares para o livro «Equador».